Skip to content
Carteira de Trabalho

Carteira de trabalho eletrônica: como serão as anotações na CTPS

As evoluções tecnológicas vêm mudando a forma do brasileiro se relacionar com os documentos. O que antes era impresso, agora está na palma da mão e acessível a um clique, é o caso do título de eleitor e da CNH, por exemplo. O principal documento trabalhista também está aderindo a esse processo. Conheça abaixo como funcionará as anotações na carteira de trabalho eletrônica.

Que os Smartphone foram criados para mudar a relação da sociedade em diversas situações não é novidade. O que muitos estranham é que esse objeto esteja substituindo os documentos convencionais, como a carteira nacional de habilitação e o título de eleitor.

Outro documento está nessa mesma fila para ser abraçado pela tecnologia. A carteira de trabalho eletrônica está sendo projetada para, inicialmente, ser uma extensão da versão física, não a substituindo. O objetivo dessa versão é assegurar maior credibilidade as informações e maior facilidade de consulta aos dados.

Entenda abaixo quais os impactos essa mudança trará nas anotações de registros da CTPS.

Os registros serão feitos de forma eletrônica?

Como adiantamos, a carteira de trabalho eletrônica não irá prontamente substituir a CTPS física. Ela será uma alternativa ao modelo de emissão atual, visando facilitar o processo e trazer para ambas as partes, empregadores e empregados, maior confiabilidade e facilidade na consulta de dados pessoais e trabalhistas.

Por não ser uma substituta, a versão eletrônica inicialmente não contará com o registro das informações relativas a admissão, rescisão, alterações salariais e férias de forma online. Será utilizado o mesmo modelo de anotações usado atualmente na versão física.

O objetivo a médio-longo prazo é que esse processo deixe de ser feito de forma manual, sendo realizado diretamente na carteira de trabalho eletrônica. A mudança visa diminuir os casos de fraudes aos benefícios previdenciários, como aposentadoria e auxílio-doença.

O projeto que é debatido pelos órgãos governamentais prevê a criação de uma base de dados totalmente integrada, onde serão realizadas as movimentações dos funcionários, bem como as alterações salariais e os períodos de afastamento.

Sendo assim, através de um sistema que será desenvolvido caso o projeto seja aprovado, o empregador terá nas suas mãos todo o histórico de trabalho de um candidato ao emprego, por exemplo.

carteira de trabalho eletronica

Qual será a utilidade da carteira de trabalho eletrônica?

Até o projeto dos registros eletrônicos ser aprovado, a carteira de trabalho eletrônica já contará com os registros trabalhistas atuais e passados. Sendo útil para comprovar vínculos, facilitando o acesso ao histórico trabalhista e à consulta aos dados pessoais do empregado.

A carteira de trabalho eletrônica também visa melhorar a emissão do documento, tornando o processo mais rápido e menos burocrático.

A evolução da carteira de trabalho é um processo aguardado por todos e que pode demorar ainda um tempo para ser concretizada e finalizada. Porém, como todos os outros progressos de evolução da documentação representará um grande salto na relação empresa x empregado.

A carteira de trabalho eletrônica também representará uma melhoria no controle realizado pelo governo, diminuindo o número de fraudes e agilizando o sistema para obtenção de aposentadoria.